ANTOLOGIA POÉTICA E INÉDITOS


O Amanhecer


Para Firmino Rocha,
em memória

A estrela desponta,
A nuvem se descobre,
O galo clarineta
E anuncia que  em Belém
O menino já chegou
Na manhã mais bela.

A boa notícia corre
No fiozinho do rio
Que da montanha desce.
Segue no vento leve
Que sopra a flor sozinha
Na plantinha do brejo.
Vem com a borboleta
Que pousa na roseira
E fica brincando
Com os raios de sol.

 
      Cyro de Mattos



Ruy Póvoas é homenageado pela Câmara de Veradores de Itabuna

 
Com sessão especial, o Legislativo de Itabuna reverenciou na terça, 17, o religioso Ruy Póvoas pelos 50 anos como babalorixá (chefe espiritual no candomblé). Autor da sessão, Aldenes Meira (PCdoB) enfatizou o combate à intolerância religiosa. A Casa já havia aprovado, por unanimidade, moção de congratulações pelo Jubileu de Ouro. “Isso mostra que, independente das crenças, os vereadores sabem respeitar as demais”, comparou Aldenes.
Além das mensagens afetuosas de integrantes do candomblé, Ruy Póvoas foi saudado por autoridades civis. A juíza aposentada, Sônia Maron, frisou a atuação dele pela liberdade religiosa, “distribuindo conhecimento e afetividade”. A presidente da Fundação Marimbeta, Cleonice Almeida, enfocou o “trabalho árduo e corajoso [do também professor Póvoas] pela educação itabunense”.
Em seus agradecimentos, o babalorixá Ruy Póvoas frisou a crença na liberdade. “O ser humano deve ser livre nas suas escolhas, inclusive de religião”. Ele salientou que há pessoas que, mesmo refutando o candomblé, acreditam na “causa que sempre defendemos: liberdade, respeito, honestidade”. Aos seus filhos de santos, participantes do terreiro e amigos, Póvoas agradeceu: “Sou o que vocês fizerem de mim”.
 
 Fonte: ASCOM Câmara
 
 
 
 


 
 

Fotos: Pedro Augusto

Academia de Letras de Itabuna abre projeto Roda de Leitura com beleza e magia




 

Por Celina Santos