ALEILTON FONSECA PARTICIPA DE EVENTO NA UNIOESTE DO PARANÁ

























 






O escritor Aleilton Fonseca participou recentemente do  XI SEMINÁRIO NACIONAL DE LITERATURA, HISTÓRIA E MEMÓRIA e II CONGRESSO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM LETRAS NO CONTEXTO LATINO-AMERICANO, realizado de 27 a 29/11, na Universidade do Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, na cidade de Cascavel. Como autor convidado, Aleilton participou de uma mesa de conferências, ao lado da escritora argentina Maria Rosa Lojos e da escritora paraguaia Susy Delgado. Na mesa, proferiu a conferênca intitulada "A narrativa de Canudos: Imagens da Guerra na poesia de Francisco Mangabeira". O autor grapiúna também participou de uma mesa de diálogo de escritores com o público, e esteve presente em dois simpósios nos quais foram apresentados trabalhos sobre sua obra. O pesquisador Benedito Veiga falou de "Imagens de Salvador nos contos do seu livro As marcas da cidade. E o paranaense Adenilson Albuquerque falou do romance de Aleilton O pêndulo de Euclides, comparando-o com a La Guerra del fin del mundo, de Vargas Llosa, romances que foram tema de sua dissertação de mestrado. O ensaísta mostrou como Aleilton Fonseca retoma o tema do conflito de Canudos, através de um narrador da oralidade que apresenta os fatos pelo ponto de vista da cultura sertaneja. Além de manter contatos com professores da Unioeste, como Francisco Fleck, Antônio Donizetti da Cruz e Ximena Merino, Aleilton divulgou a antologia AUTORES BAIANOS: UM PANORAMA,  lançada pela FUNCEB na Feira de Frankfurt recentemente. A antologia reúne textos de poesia e de ficção de 18 autores baianos, em português, inglês, espanhol e alemão. Aleilton levou exemplares do livro e o distribuiu para escritores e pesquisadores do Brasil, Argentina,  Equador e Paraguai, inclusive a premiada escritora paraguaia irina Ráfols, que acaba de lançar o romance "El hombre víbora", no qual retoma a saga da resistência paraguaia na fatídica Guerra da Tríplice Aliança. Também divulgou, no evento, seu livro de poemas, em espanhol, "Un río en los ojos", tradução do escritor franco-paraguaio Alain Saint-Saëns. Depois do evento, um passeio ecológico nas Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (Brasil), e nas Cataratas del Iguazú (Misiones, Argentina), e também uma visita à Usina de Itaipu, completaram o programa do escritor, ao lado de sua mulher, Rosana Patricio, que também apresentou um trabalho sobre a narrativa infantil de Clarice Lispector, no mesmo evento da UNIOESTE.