DIA DAS MÃES - 11 de maio de 2014



No verso de Valdelice Soares Pinheiro, a figura da mãe em nossa vida “é o calor de amor dando vida”. No Dia das Mães, é o seu poema a homenagem da ALITA a todas as mães que são o ninho e a fonte em nossas vidas, ao nosso lado ou em outra dimensão:




Do regaço de minha mãe, entre seus

braços, o ninho, a fonte, o leite

escorrendo do peito entre seus

dedos e esse calor de amor me dando vida.

Depois, minha mãe morta entre

meus braços e eu sem fonte,

sem leite, desaninhada e perdida e

também morta.


Poema de Valdelice Pinheiro