Escritor Cyro de Mattos Lançou Seu Romance Os Ventos Gemedores na Academia de Letras da Bahia

Escritor Cyro de Mattos Lançou Seu Romance Os Ventos Gemedores na Academia de Letras da Bahia



O escritor  baiano (de Itabuna) Cyro de Mattos lançou na Academia de Letras da Bahia, em Salvador, no dia 2 deste, sua nova obra, o romance Os Ventos Gemedores. Compareceu ao evento o presidente de Academia de Letras da Bahia, escritor Aramis Ribeiro Costa, os acadêmicos Fernando Rocha Perez, Urânia Azevedo, Myriam Fraga, João Eurico Mata, ensaísta Gerana Damulakis, cineasta Cícero Bathomarco, desenhista Ângelo Roberto,  professoras Margarida Fahel, Silmara Oliveira, doutor Antonio Luiz Calmon Teixeira, presidente do Instituto de Advogados da Bahia, desembargadora Lucy Lopes Moreira, amigos e leitores do autor.
O evento teve a cobertura da TV  Bahia, filiada da TV Globo, TV Educativa, Rádio CBN e jornal “A Tarde”. O presidente da Academia Aramis R. Costa fez a apresentação do autor, enquanto o acadêmico João Eurico Mata destacou a importância da obra de Cyro de Mattos, escritor versátil e de expressão moderna,  como contista, novelista, cronista, poeta, autor de livros para crianças e agora romancista com este Os Ventos Gemedores, que, no condado de Japará, imaginado pelo romancista,  aborda as misérias e conflitos  da terra, representados pela ambição desmedida de Vulcano Brás e pela  busca da liberdade do  vaqueiro Genaro.
 O editor Nicodemos Sena,  em seu discurso,  salientou que a editora Letra Selvagem, tem como objetivo publicar autores expressivos, dotados de humanismo e brasilidade, compromissados com a nossa realidade, como Olga Savary, Hernani Donato, Caio Porfírio Carneiro  e José Guilherme Dick, entre outros. Destacou que  Cyro de Mattos com sua humanidade,  narrativa labiríntica e linguagem de ritmo ágil  é o mais legítimo substituto  de João Ubaldo Ribeiro nas letras da Bahia..  
             Cyro de Mattos é jornalista e advogado aposentado. Seus contos e poemas figuram em mais de 50 antologias, no Brasil e exterior. Conquistou mais de 40  prêmios  literários expressivos e, entre eles, o Afonso Arinos da Academia Brasileira de Letras, o da Associação Paulista de Críticos de Artes e o Internacional de Literatura Maestrale Marengo d`Oro, em Gênova, Itália,  segundo lugar, duas vezes. Obteve dez primeiros lugares nos prêmios concedidos anualmente pela União Brasileira de Escritores (Rio). Finalista do Jabuti três vezes. Participou como convidado do Terceiro Encontro Internacional de Poetas da Universidade de Coimbra, em 1998, Feira do Livro de Frankfurt em 2009 e XVI Encontro de Poetas Iberoamericanos da Fundação Cultural de Salamanca, Espanha, em 2013.  É membro efetivo do Pen Clube do Brasil e Ordem do Mérito da Bahia. Pertence ao Instituto Histórico e Geográfico da Bahia,  Academias de Letras da Bahia, de Ilhéus e de Itabuna  (ALITA).