POETA RENATO PRATA PREMIADO PELO SELO JOÃO UBALDO RIBEIRO Edição 2014

Publicada no Diário Oficial do Município a lista das obras literárias selecionadas para o Selo João Ubaldo Ribeiro, na qual se destacou Renato de Oliveira Prata, como vencedor na categoria Poesia, com o livro"Mar Interior".

Além do premiado “Mar interior”, em vias de publicação pela Coleção  do Selo João Ubaldo Ribeiro da  FGM - Fundação Gregório de Matos, Renato Prata teve publicados os livros:
 Sob o cerco de muros e pássaros, Poesia, Prêmio Braskem Cultura e Arte. Salvador: Fundação Casa de Jorge Amado; Braskem, 2003;
 A Quinta Estação. Salvador : Ed. do Autor, 2007;
 A Pulseira do tempo. Ilhéus, BA: Mondrongo, 2012.

Este último, trata-se de obra que recupera a tópica clássica da mudança, contextualizada na particular relação com a linguagem que forja beleza em horas amargas de abertura à consolidada existência do autor: o poema a sobrepor-se à nossa condição de seres no tempo. Neste seu terceiro livro o poeta confirma a sua sensibilidade nunca se entregando aos modismos que apenas fazem com que a poesia, em certos casos, não seja mais que o resultado de uma liberdade que beira o vulgarismo. Dessa forma, o poeta edifica poemas de múltiplas configurações, partindo do verso livre, passando pelas redondilhas, até chegar ao decassílabo com enorme desenvoltura.

Já em 2007, quando da recepção da sua segunda coletânea de poesia, Cyro de Matos assim se expressou:

De novo percebo  as qualidades  de um discurso  que vaza lucidez,  já antes revelada em "Sob o cerco de muros e pássaros". Pulsando por várias extensões do eu lírico, em procedimentos de teor  filosófico,  para não se falar nas incursões expressionais metalinguísticas, manifesta-se com imagens  que se ajustam  a uma inventiva formal que só os bons poetas dominam. Contra o silêncio emerge penetrante  do que importa deixar-se ficar, sentir e decifrar. Revela, em sua legítima impressão digital,  sinais que verberam solidões, estados de alma por entre cenas do cotidiano, transes e memórias de quem  sabe ser isso a veia e o veio para dialogar com o outro neste difícil gesto do existir. (MATOS, 2007, Acervo autor).

OUTRAS PARTICIPAÇÕES LITERÁRIAS DO AUTOR:

Painel Brasileiro de Novos Talentos - 20 (Rio de Janeiro, Câmara Brasileira de Jovens Escritores, 2ªed. 2003); Poetas da Bahia - II (Salvador, Ed. Expogeo, 2003); Outros Riscos, coletânea dos 40 selecionados Livro do Prêmio Damário DaCruz de Poesia. Salvador : Fundação Pedro Calmon/ SecultBA e Quarteto Editora, 2013. 

Poema inédito, presente no livro premiado:
                          

OCEANÁRIO

Não o barco de casco transparente
Nem a piscina natural e rasa
Menos o parque aquático
Com sua estrutura de ruídos.
Bastava um tanque de vidro
Ou silencioso e bastante aquário
Simples miniatura desse mar interior
Onde, a seco, possa atingir-me
Em surpresa de memória submersa.
Eis a metáfora, a mais próxima
Que me afunda o olhar
Errante e pesquisador
Ora insciente de meus limites
Nesse abismo cristalino.
(PRATA, Mar Interior. Selo João Ubaldo Ribeiro, 2014) 

O ESCRITOR nasceu em Itabuna, BA, no ano de 1937. Na idade que atingiu acredita que a poesia sempre foi uma dimensão presente em toda a sua existência, não obstante uma certa timidez o mantivesse reverentemente distanciado da expressão poética. Durante a mocidade, achava-se destinado à prosa: sua mais alta pretensão. Assim é que colaborou como ensaísta naRevista Afirmação (nº 2, 3,4), dirigida pelo professor Hélio Rocha, no início dos anos 60, em Salvador. Jubilado de seus encargos profissionais, lançou-se a fazer poesia, seguindo instâncias de inspiração, que se diria represada por um longo tempo. Finalmente, logrou produzir uma obra poética que se encontra à espera de divulgação, apenas iniciada. Frequentou a Oficina de Criação Literária, conduzida pela escritora Maria da Conceição Paranhos. Participou de Antologias para as quais teve poemas selecionados: Sob o cerco de muros e pássaros, Poesia, Prêmio Braskem Cultura e Arte. Salvador : Fundação Casa de Jorge Amado; Braskem, 2003; A Quinta Estação. Salvador: Ed. do Autor, 2007; A Pulseira do tempo. Ilhéus, BA: Mondrongo, 2012.
 Renato Prata é Bacharel em Direito e pertence à Academia de Letras de Itabuna – ALITA,cadeira nº20.

Heloísa Prazeres

(Professora do Instituto de Letras da UFBA, aposentada. Ensaísta, publicou Temas e Teimas em narrativas baianas do Centro-Sul. Salvador:  Secult/ Unifacs/ FCJA, 2000. Neste ano, publicou o livro de poemas  Pequena história. Salvador: Quarteto. Consultora editorial, revisora e tradutora. Membro efetivo daABRATES).