Academia de Letras da Bahia elege Cyro de Mattos Membro Efetivo





O escritor e poeta Cyro de Mattos foi eleito na quinta-feira última, dia 15, membro efetivo da Academia de Letras da Bahia com 27 votos dos 28 acadêmicos, membros  efetivos, que compareceram à eleição. O escritor baiano, de Itabuna, irá  ocupar a cadeira 22, que tem como patrono José Maria da Silva Paranhos, fundador Rui Barbosa e o seu último ocupante foi o poeta Clovis Lima.
       Cyro de Mattos era sócio correspondente da Academia de Letras da Bahia desde 2002, quando então o estatuto da instituição não permitia que um candidato residente fora de Salvador fosse eleito membro efetivo. Com a mudança nos estatutos, a proibição mencionada foi eliminada.
Jorge  Amado, Itazil Benício e  Hélio Pólvora foram outros escritores itabunenses que figuraram no quadro de membros efetivos da ALB. Atualmente, o jornalista Samuel Celestino, que assina uma coluna política no Jornal A Tarde, é também membro efetivo dessa valorosa instituição de letras. Do sul da Bahia, a instituição tem ainda como   membros efetivos o poeta Florisvaldo Mattos (de Uruçuca) e o escritor Aleilton Fonseca (de Itagimirim).   
      Escritor e poeta, Cyro de Mattos já publicou mais de cinquenta livros  no Brasil e nove no exterior, entre volumes de contos, romance, novelas, poesia  e literatura infantojuvenil. É detentor de mais de 40 prêmios literários de expressão,  no Brasil e no exterior e, entre eles, Os Brabos, Cancioneiro do Cacau, Vinte Poemas do Rio e  Os Ventos Gemedores. É advogado aposentado, jornalista com passagem na imprensa do Rio, casado com a professora Mariza Berbert  Marques de Mattos, pai de três filhos e avô de seis netos.