Poeta Italiano Lorenzo Cioce Aproxima o Brasil e a Itália através da Ponte da Poesia







Na cidade eterna de Roma,  na celebre Livraria Mondadori , da via Piave, número 18,  a Poesia aproximou Itália e Brasil.  O poeta italiano Lorenzo Cioce lançou a sua obra "Hai mai corso tra le nuvole?" (Já Correu entre as Nuvens?), publicado pela editora  Minerva. Além de poemas traduzidos para o italiano pela brasilianista Antonella Roscilli, o  livro  "Jà correu entre as nuvens?"  contém também a seção "Squanderink" com poesias traduzidas para o inglês por Gaia Celeste.

Na festa de lançamento do livro, a atriz  Sharon Alessandri interpretou poemas do autor, enquanto a professora e crítica literária  Daniela Carmosino, a tradutora Antonella Roscilli e o poeta Lorenzo Cioce participaram de um debate com o  público. A brasilianista, tradutora e doutora em Letras, Antonella Rita  Roscilli declamou a poesia  "Culla di civiltà" (Berço da Civilização), dedicada a Roma antiga, e que foi ouvida pela primeira vez na língua de Camões

Entre os poemas traduzidos por Antonella Roscilli para o português, no livro "Hai mai corso tra le nuvole?" (Já Correu entra as Nuvens?), figuram   "Respirar", "A justiça pinta o coração do rebelde"e "Queria, simplesmente queria". Para a tradutora e crítica literária, a poesia de Lorenzo Cioce é etica e universal, "seus versos remetem ao conceito da Beleza e da Leveza de Italo Calvino. Espalham valores positivos, mas ao mesmo tempo educam e criticam o perigo do vazio da sociedade na época do mundo virtual".

Na oportunidade do lançamento, Antonella Roscilli, que é membro correspondente da Academia de Letras da Bahia, biógrafa de Zélia Gattai, na itália, com dupla nacionalidade,  discorreu sobre o valor da poesia contemporânea no Brasil, ressaltando o seu trabalho de autora e tradutora que acredita firmemente  na importância das pontes culturais. Nessa direção, destacou que as  nuvens, como metáfora, estão presentes em obras de autores brasileiros contemporâneos, algumas das quais ela  traduziu para o italiano. Referiu-se ao grande  poeta e romancista Carlos Nejar, autor de   "A engenhosa Leticia do Pontal" (editora  Objetiva), São Paulo , que tem como protagonista   uma nuvem. Por fim lembrou que as nuvens também estão presentes no livro de contos do escritor baiano Aleilton Fonseca, que ela teve o prazer de traduzir e que foi publicado em edição bilingue: "O Sabor das Nuvens" ("Il Sapore delle Nuvole"), da Editora Via Litterária.  

A brasilianista Antonella Roscilli acabou de traduzir  para o italiano  o livro “O Menino Camelô” (Il Bambino Camelô”, poesia  infantil, de Cyro de Mattos, outro escritor baiano, de Itabuna,  que com esse livro conquistou em 1992 o Grande Prêmio da Associação Paulista de Críticos  de Artes. De lá para cá, o livro  já teve  doze edições, pela Editora Atual, (SP), do Grupo Saraiva, vendeu mais de 100 mil exemplares e tem sido muito  estudado em sala de aula das escolas brasileiras.