Novo livro de Cyro de Mattos é de Poemas Sobre o Negro


         





Com quase oitenta e um anos de idade, mais de cinqüenta dedicados à literatura, o escritor baiano Cyro de Mattos,  membro da Academia de Letras da Bahia, continua em plena  vitalidade de  criação literária.  Seu novo livro,   Poemas de Terreiro e Orixás, que acaba de ser publicado pela Mazza Edições (BH) , vai ser lançado no dia 30 de outubro, às 17 horas, na sede da Academia de Letras da Bahia, na avenida Joana Angélica, 198, Nazaré, Salvador.

           Em Poemas de Terreiro e Orixás,  Cyro de Mattos comparece com um  modo encantatório de pensar o negro. Seus sentimentos refletem um jeito comovente de ser negro, ritmado no canto vindo da África, que transforma a alma em crença e magia.  As imagens de seus versos dizem de coisas tristes,  que não se apagam no rastro das distâncias, na sucessão infeliz dos momentos.  Mas há também nelas  vozes de uma gente alegre, que consegue suplantar os limites contrários impostos pela existência.

       Com saberes, histórias, sonhos, costumes,  preceitos, liturgias, os poemas desse livro apresentam o negro com seus orixás, sua cantiga feita de amor, para seduzir com  solidariedade.  Esse  negro afrodescendente com o  seu universo plantado na Bahia, como testemunho do homem carregado de poesia,  valores que tornam  perceptíveis os movimentos viáveis da vida. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário