OBRA DE RAMON VANE ESTÁ EM “FLORES DE VERÃO”, NESTA QUINTA (22)

 


Inspirada na obra do saudoso poeta, ator e artista sulbaiano Ramon Vane (in memorian), o projeto “Vozes Encena Interior 2021”, do Grupo Vozes, coloca em cartaz nesta semana o segundo espetáculo do projeto (“Flores de Verão”), escrito e dirigido por Silvia Smith e trazendo no elenco, além da própria Silvia, os atores Guto Pacheco e Elaine Belavista.

 

A peça homenageia, além do Ramon Vane, artistas da região Sul da Bahia, especialmente de Itabuna e Buerarema.

 

“A peça é um drama poemas do escritor Ramon Vane Santana, a partir do livro ‘Pé No Chão e Flores de Verão’”, pontua a diretora Silvia Smith, que destaca ainda “o papel do artista na transformação do ser humano e da sociedade, tendo como instrumento a sua arte, as flores de verão. É preciso estar atento e forte, pé no chão, comprometido com os desafios humanos e sociais, porém sem perder a dimensão da poesia, da paixão artística e do potencial criador”, completou.

 

Smith, Pacheco e Belavista, os três atores que estarão em cena no espetáculo representam as múltiplas faces de um único personagem. Embora tenham características diferentes, essas personalidades possuem um ponto em comum. “Desejam ardentemente o voo”. Para eles, o voo torna-se possível através da criação artística: suas dores, tristezas, alegrias, temores, fé tornam-se as “flores de verão” (produções artísticas) que transformam e impulsionam a vida”, finaliza Silvia Smith.

 

“Flores de Verão” será apresentado nesta quinta-feira (amanhã, dia 22), às 19h, através do canal Vozes Encena Interior no You Tube.

 

Sobre Ramon Vane

 

Numa civilização em que andar armado era sinônimo de coragem, ele usou a palavra como principal arma; numa época em que um só fruto traduzia a riqueza do sul da Bahia, ele encenou a peça “Cacau verde – nem tudo que reluz é ouro”. Se estivesse vivo, teria completado no último 17 de janeiro, 62 anos. Seu nome: Ramon Vane Santana Fontes. O artista de múltiplos talentos fez de Buerarema – a velha Macuco – seu primeiro e derradeiro palco.

 

A partir da terra natal, integrou um dos mais efervescentes movimentos do teatro regional, o Grupo de Arte Macuco, junto com os companheiros José Delmo, Zenrique, Gal Macuco, Eva Lima, entre outros. Ali, o celeiro de talentos atraía a vizinhança para a Feira de Arte de Macuco e muitos eventos se espalharam, para deleite dos amantes da cultura.

 

A atriz Eva Lima, companheira de arte de Ramon por 35 anos, lembra que estreou no espetáculo “Ave de Rapina” tendo ele no elenco, diante de 400 pessoas. “Ramon foi uma linda flor do cacau em minha vida. Fico com a imagem do otimismo, vez por outra, da rebeldia dele; a imagem da inteligência e da alegria em uma pessoa só”, definiu, emocionada.

 

Como ator, Ramon Vane ganhou projeção nacional, inclusive pelo trabalho no cinema. Em 2011, conquistou o prêmio do 44º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, na categoria melhor ator coadjuvante. A escolha foi pela interpretação do personagem “Pafrente Brasil”, em “O homem que não dormia”, do diretor Edgard Navarro.

 

Formado em Direito, Ramon era visto como “o advogado das causas sociais”. Tal como fomentava reflexões com seus poemas, ele provocava questionamentos diante da “fria letra da lei”. E assim, às vezes desconcertando juristas, brigava pelos ideais em que acreditava.

 

Ramo Vane faleceu em 15 de janeiro de 2017. “Sua marca como profissional das artes é a doçura e a serenidade, mesmo diante das dificuldades da vida. Traduzia com perfeição uma frase que cunhou num bate-papo despretensioso. ‘A beleza é a contenção do que é útil e bom’”, escreveu a jornalista Celina Santos, que completa: “Para a legião de amigos e admiradores, personificou um dos mais belos exemplos de ser humano”.

 

Sobre o projeto “Vozes Encena Interior”

 

O projeto traz três diretores teatrais com espetáculos de no máximo 60 minutos, todos adaptados para o formato virtual. Os resultados dessas adaptações podem ser conferidos ao longo do mês de abril, durante as exibições online gratuitas, em plataformas como o Youtube e Instagram, sempre às quintas-feiras, às 19h. “Flores de Verão”, em cartaz nesta semana, é o segundo espetáculo.

 

Para acompanhar os trabalhos e assistir as peças, basta procurar o canal “VozesEncenaInterior” no You Tube e o perfil @vozesencenainterior no Instagram.

 

O projeto é financiado pelo Governo Federal com recursos da Lei Aldir Blanc, através da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, com o apoio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

 

SERVIÇO

 

O quê: Peça de teatro adaptada para transmissão online

Título: “Flores de Verão”

Censura: 16 anos

Onde: Canal “Vozes Encena Interior”, na plataforma de vídeos You Tube

Quando: Quinta-feira (22 de abril de 2021)

Horário: 19h

Valor: Gratuito

___

 

Texto: Prospecto Grupo Vozes, com contribuição de Eric Souza.

“Sobre Ramon Vane”: texto de autoria de Celina Santos, especialmente publicado no jornal “Diário Bahia”, acessível através do link https://diariobahia.com.br/ramon-vane-58-anos-de-entrega-arte-e-justica-social/

Imagens: Divulgação (Grupo Vozes) | Arquivos Redes Sociais.

21/04/2021.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário